O Papa à Enac: a aviação é encontro, céus de paz também na Ucrânia

0

Encontrando na Sala Paulo VI os diretores e funcionários da Autoridade Nacional de Aviação Civil, que são responsáveis por todos os controles sobre a segurança da aviação, Francisco sublinhou que a aviação “contribuiu para o desenvolvimento do mundo”, aproximando povos distantes. Mas se for usada como “instrumento de morte”, por meio de bombardeios aéreos, leva a cenários desoladores como na “terrível guerra na Ucrânia”.

Mariangela Jaguraba – Vatican News

O Papa Francisco recebeu em audiência, nesta sexta-feira (13/05), na Sala Paulo VI, no Vaticano, diretores e funcionários da Autoridade Nacional de Aviação Civil Italiana (Enac), seus familiares e representantes de parceiros internacionais para a segurança da aviação.

“Vocês fazem parte do setor multifacetado do transporte aéreo, que merece ser incentivado e apoiado, porque é um dos mais afetados pela pandemia. A aviação civil contribuiu para o desenvolvimento do mundo contemporâneo, aproximando povos distantes e tornando-os conhecidos”, disse o Papa em seu discurso.

“Com seu trabalho, de fato, vocês oferecem um serviço indispensável à nação e aos cidadãos. Milhares de passageiros podem chegar a outras cidades e países, para trabalho, para turismo, para necessidades familiares, e assim aproximar várias culturas e tradições. Dessa forma, se favorecem conhecimentos, colaborações e intercâmbios recíprocos em contextos culturais, econômicos e religiosos. Como é relevante o seu trabalho para o desenvolvimento dessas relações humanas e sociais no âmbito internacional!  Diante da tentação recorrente de voltar a erguer barreiras nacionais, destaca-se ainda mais que seu trabalho está a serviço do encontro e da fraternidade”, sublinhou Francisco.

Em contraste com essa perspectiva estão os casos em que a aviação é usada como instrumento de ofensa, destruição e morte. Infelizmente, também estamos vendo isso nesta terrível guerra na Ucrânia, marcada diariamente por bombardeios aéreos. Diante desse cenário desolador, a esperança de que os céus sejam sempre e somente céus de paz pressiona com força o nosso coração. Que se possa voar em paz para estreitar e consolidar relações de amizade e paz. Aviação é amizade, é encontro!

O Papa ressaltou que uma das preocupações da Autoridade Nacional de Aviação Civil “é também implementar programas adequados para evitar acidentes graves nos meios de transporte”. “Nesse sentido, espero que o Dia Nacional “Para não esquecer”, destinado a lembrar as vítimas do trágico acidente em Linate, seja uma oportunidade para conscientizar os interessados na aviação civil sobre a centralidade do passageiro e o valor de cada pessoa”.  

“Que vocês encontrem seu ponto de referência na Santa lar de Loreto, em sua Padroeira, a quem vocês são particularmente devotos”, disse Francisco, exortando o organismo a proteger “as pessoas a fim de que de um dia para o outro não fiquem de fora sem trabalho. O trabalho é uma riqueza. Peço-lhes que trabalhem num espírito de solidariedade, sinceridade e amizade, a fim de promover relações recíprocas que ajudem a enfrentar os momentos difíceis com confiança”.

Fonte

Escreva abaixo seu comentário.

Por favor escreva um comentário
Por favor insira o seu nome aqui