Sinodalidade e Missionariedade

0

A ação do Espírito na comunhão do Corpo de Cristo e no caminho missionário do povo de Deus é o princípio da sinodalidade. Ele, de fato, sendo o elo de amor na vida de Deus Trindade, comunica este mesmo amor à Igreja, que se edifica como comunhão no Espírito. O dom do Espírito Santo, único e mesmo em todos os batizados, manifesta-se de muitas formas: na igual dignidade dos batizados, na vocação universal à santidade; na participação de todos os fiéis no ofício sacerdotal, profético e régio de Jesus Cristo; na riqueza dos dons hierárquicos e carismáticos; e na vida e missão de cada Igreja local.

O caminho sinodal da Igreja é plasmado e alimentado pela Eucaristia. Esta é o centro de toda a vida cristã para a Igreja universal, para as Igrejas locais e para os fiéis cristãos. A sinodalidade tem sua fonte e seu cume na celebração litúrgica e, de modo singular, na participação plena, consciente e ativa na reunião eucarística. A comunhão com o Corpo e o Sangue de Cristo faz com que, apesar de sermos muitos, sejamos um só Pão e um só Corpo, pois todos nós participamos de um só Pão.

A Eucaristia representa e realiza visivelmente a pertença ao Corpo de Cristo e a pertença mútua entre os cristãos. Em torno da mesa eucarística se constituem e se encontram na unidade da única Igreja as diversas Igrejas locais. A reunião eucarística exprime e realiza o ‘nós’ eclesial da comunhão dos santos, na qual os fiéis são feitos participantes da multiforme graça divina.

O Senhor derrama o seu Espírito em todo lugar e em todo tempo sobre o povo de Deus para torná-lo participante da sua vida, nutrindo-o com a Eucaristia e guiando-o em comunhão sinodal. Ser de fato sinodal é, portanto, avançar em harmonia sob o impulso do Espírito Santo. Ainda que os processos e os eventos sinodais tenham um início, um desenvolvimento e uma conclusão, a sinodalidade descreve de forma específica o caminho histórico da Igreja, anima suas estruturas, orienta sua missão. As dimensões trinitária, antropológica, cristológica, pneumatológica e eucarística do desígnio divino de salvação que se realiza na Igreja descrevem o horizonte teológico dentro do qual a sinodalidade foi delineada e concretizada ao longo dos séculos.

(6ª Parte do Artigo de Dom Félix sobre a Sinodalidade na Vida e na Missão da Igreja)

Fonte

Escreva abaixo seu comentário.

Por favor escreva um comentário
Por favor insira o seu nome aqui